Notícias



REFORMA DA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA: DERRUBADA DE VETOS

(19/03/2021)


A reforma da Lei de Recuperação de Empresas e Falência (Lei nº 14.122) foi sancionada em 24.12.2020, tendo sido alvo de vetos temas importantes envolvendo execuções trabalhistas, cooperativas, ganho de capital, cédula de produto rural e alienação de ativos. No total, foram 14 dispositivos vetados, sendo que 12 foram dedicados à reforma da Lei 11.101/2005 (arts. 6º, §§ 10 e 13; 6º-B, I e II; 50-A, I, II, III e parágrafo único; 60, parágrafo único, 66, §3º) e apenas 2 às alterações da Lei 8.929/1994 (art. 11, caput e parágrafo único).

 

Os vetos presidenciais foram objeto de críticas no meio jurídico especializado, em defesa da eficiência da reforma e do equilíbrio da Lei 11.101/05. Assim, em 17.03.21, a Câmara dos Deputados votou pela derrubada da maioria dos vetos, mantendo apenas o 1 e 14. A rejeição dos dispositivos 2 a 13 foi acordada entre líderes e gera expectativa de confirmação pelo Senado Federal.

 

Dentre os vetos rejeitados, destacam-se os arts. 60, parágrafo único, e 66, §3º, que tratam de regras de não sucessão ou responsabilização ao adquirente de na venda de ativos, visando trazer maior segurança ao mercado quando da aquisição de ativos como as unidades produtivas isoladas (UPIs).

 

A manutenção dos vetos acarretaria indesejável insegurança jurídica na interpretação da regra, o que fatalmente afetaria o fluxo de investimentos tão necessários para superação da crise. Em outras palavras, retirando a segurança do investidor, esvazia-se uma fundamental possibilidade de aporte de recurso de terceiros. Ademais, trataria de verdadeiro retrocesso jurídico, visto que a tradição de não sucessão já está consolidada no direito e jurisprudência.

 

Para mais informações sobre a votação, confira em: https://www.congressonacional.leg.br/.../veto/detalhe/13845


Últimas Notícias


  • André Estevez escreveu em coautoria com Milton Lucídio Leão Barcellos o artigo intitulado “Apuração de Haveres envolvendo Ativos Intangíveis na Dissolução Parcial de Sociedades”, que faz parte do Ebook recentemente publicado em Homenagem ao Prof. Dr. Denis Borges Barbosa.

    A obra está integralmente disponível para download através do link

    (23/11/2021)

  • Amanhã (10/11), às 10h, o advogado André Estevez irá participar de evento sobre o tema “Arbitragem e resolução adequada de disputas entre sócios: Intervenção na administração, dissolução de sociedade e apuração de haveres”.

    O evento será transmitido pelo YouTube, acompanhe através do link

    (09/11/2021)

  • Hoje (08/11), às 19h, o advogado André Estevez irá participar de evento sobre Direito Empresarial e as tendências da área, conjuntamente com Wellington Romanhol e Rafael Brasil, realizado pela PUC Goiás.

     

    O evento será transmitido pelo YouTube, acompanhe através do link

    (08/11/2021)

  • Amanhã (04.11), às 18h, o advogado André Estevez irá participar conjuntamente com o Dr. Manoel Justino Bezerra Filho e com o Dr. Paulo Furtado de Oliveira Filho do evento "Alienação de Ativos e Financiamento do devedor”, promovido pelo Centro de Estudos do TJRS e organizado pelo Des. Jorge Luiz Lopes do Canto.

     

    O evento será transmitido pelo YouTube, acompanhe através do link

    (03/11/2021)

  • O artigo da advogada Caroline Klóss, intitulado “Governança Corporativa e os desafiadores sistemas de Cash Pooling nos Grupos de Sociedades”, recebeu o prêmio de melhor trabalho na III Jornada Acadêmica de Governança Corporativa.

     

    O Evento, realizado no dia 28 de setembro de 2021, recepcionado pela Escola de Direito da PUCRS, contou com o apoio da UCS, ESPM, UFRGS, CRC-RS, Unisinos, UFSM, Faculdade Dom Bosco, CRA-RS, UFSC e IBGC.

     

    O artigo está disponível na página do evento, através do link

     

    (08/10/2021)

Ver todas as notícias